• 0839.8629.2019
Por que as dinâmicas em equipe são tão importantes?

Por que as dinâmicas em equipe são tão importantes?

Quando a gente fala em dar uma movimentada no ambiente de trabalho, elaborar dinâmicas é sempre muito legal e útil para fortalecer e unir os colaboradores.  A importância disso é tamanha porque socializa a equipe e pode si,, aumentar a produtividade e o rendimento dos funcionários.

É um estimulante para seguir com uma equipe coesa e unida rumo aos propósitos daquele negócio, isso, independentemente do tamanho e segmento  do negócio.

Para que se tenha sucesso nos projetos da empresa, é essencial que todos os membros das equipes trabalhem em sintonia. Além disso, é preciso que a equipe esteja alinhada às metas da empresa e disposta a trabalhar em prol de um objetivo comum.

Preparamos este artigo com muito carinho para passar algumas ideias de dinâmicas que podem funcionar direitinho no seu negócio e promover grandes transformações no comportamento dos seus colaboradores.

Boa leitura!

Por que é tão importante fazer dinâmicas de grupo?

As dinâmicas de grupo podem ser responsáveis por mudanças de comportamento e também na melhora do relacionamento de toda a equipe de trabalho. Isso acontece devido a criação de elo que se obtem quando as pessoas se tornam mais participativas umas com as outras.

Acontece também uma melhor convivência com os colegas de trabalho justamente por estreitar laços e trazer as pessoas para junto umas das outras.

Vamos citar agora alguns dos Alguns dos principais benefícios das dinâmicas;

  • equipe mais empenhada e comprometida com o trabalho, o que facilita o alcance de metas individuais e coletivas;

  • maior transparência nas relações interpessoais e confiança entre os membros da equipe, que tornam o dia a dia no trabalho mais leve, agradável e motivador;

  • aumento da colaboração dos membros uns com os outros, o que evita competições desnecessárias e facilita e agiliza a execução das tarefas;

  • melhoria geral da performance da equipe, com membros mais engajados e conscientes de suas habilidades e importância para que os objetivos da empresa sejam atingidos.

Quais são as principais dinâmicas que podem ser feitas?

Existem diversos tipos de dinâmicas de grupo fáceis de aplicar e que trazem bons resultados para a integração da equipe. O melhor de tudo é que a maioria delas não exige muitos materiais e são simples de serem organizadas.

Veja, a seguir, cinco dinâmicas de grupo para adotar em sua empresa!

1. Ilha do tesouro

Essa dinâmica é útil para aumentar a motivação da equipe e estimular o trabalho em grupo, ao mesmo tempo em que se oferece um momento de descontração para o time. Para aplicá-la, é preciso providenciar uma recompensa — como uma caixa de bombons ou doces — e algumas folhas de jornal.

Os participantes devem formar duplas entre si e cada uma delas deve se posicionar sobre uma folha de jornal, dispostas lado a lado em uma das extremidades da sala. Na outra extremidade, deve estar o “tesouro”, que se trata de uma outra folha de jornal sobre a qual é colocada a recompensa.

O objetivo da dinâmica é que as duplas se movam até o outro lado da sala e cheguem ao tesouro, mas sem colocar os pés fora da folha de jornal e sem rasgá-la. Para isso, eles devem descobrir que a melhor maneira de enfrentar o desafio é convidando outra dupla para formar um grupo — assim, eles podem alternar as folhas de jornal e seguir passo a passo até a recompensa. No final, basta dividir o prêmio entre todos os vencedores!

2. Técnica 6.3.5

Essa dinâmica — também conhecida como Brainwriting — foi criada pelo alemão Bernd Rohrbach e funciona como um brainstorming, ao estimular a geração de ideias criativas e inovadoras. Ela consiste em encontrar ideias para solucionar um problema ou atingir um objetivo selecionado pelo grupo ou pelo supervisor da dinâmica.

Os números presentes no nome da técnica — 6.3.5 — têm o seguinte significado:

  • 6: refere-se ao número de membros que participam da dinâmica;

  • 3: relaciona-se com o número de ideias sugeridas por cada membro;

  • 5: refere-se ao tempo que cada membro tem para escrever suas ideias — o que significa que, ao fim de 6 sessões, em apenas 30 minutos, são geradas 108 novas ideias!

As ideias podem ser escritas, desenhadas ou esquematizadas em um formulário previamente preparado, e, após cada rodada de 5 minutos, o papel deve ser passado para o colaborador ao lado. Assim, na próxima rodada, os colaboradores podem se inspirar nas ideias dos colegas para desenvolverem novas.

O mais interessante dessa técnica é que, quanto mais ela é aplicada, maior torna-se a capacidade de resolução de problemas e criatividade dos colaboradores, o que propicia o surgimento de ideias cada vez melhores.

3. Verdade ou mentira

Nessa dinâmica de grupo, os membros da equipe podem se conhecer melhor, além de aproveitar o momento para se socializar e divertir-se. Para executá-la, usa-se somente papel e caneta, e as regras são bastante simples.

Cada participante deve escrever no papel três afirmações sobre si mesmo, sendo que uma ou duas devem ser verdadeiras e, pelo menos, uma delas deve ser falsa. Depois, cada pessoa lê suas afirmações e os outros membros do time tentam descobrir se a afirmação é verdadeira ou falsa. Para aumentar a motivação, pode-se oferecer um prêmio para quem acertar mais palpites.

4. Características e manias

Essa dinâmica também utiliza apenas papel e caneta, para que os participantes escrevam duas características e duas manias suas, sem colocar seu nome. Depois, os papéis são embaralhados e distribuídos novamente aos membros, sendo que ninguém pode pegar seu próprio papel.

Em seguida, cada um deve interpretar, por meio de mímicas, as características e manias escritas no papel que recebeu e os outros participantes tentam descobrir quais são elas. Após a descoberta, os membros podem tentar adivinhar quem é o dono das características e a pessoa deve se manifestar e explicar o motivo de ter escolhido tais adjetivos sobre si — o que promove um maior conhecimento entre a equipe.

5. Cubos solidários

Nessa dinâmica de grupo, são trabalhados a colaboração entre os membros da equipe e o reconhecimento das habilidades individuais. Ela consiste em formar pequenos grupos para construir cubos por meio de materiais, como cartolina, cola, tesoura, lápis e régua.

Os grupos têm uma hora para construir 15 cubos e a qualidade do trabalho também é avaliada, o que exige que os membros se organizem para que cada um execute aquelas tarefas que sabe fazer com mais eficiência. Ao final da dinâmica, os membros podem discutir o papel que cada um desempenhou na construção e como suas habilidades pessoais ajudaram a atingir o objetivo final.

Por fim, é importante ressaltar que, para que qualquer dinâmica de grupo tenha o efeito desejado e realmente contribua para a melhoria da performance da equipe, é preciso que o gestor tenha atenção ao processo. Ele precisa avaliar constantemente se o trabalho realizado nas dinâmicas está sendo colocado em prática nas atividades do dia a dia e melhorando a convivência do grupo.

Você costuma realizar dinâmicas de grupo com os colaboradores em sua empresa? Conhece alguma outra dinâmica que não citamos aqui? Conte para a gente nos comentários!

Intagram: @germanosuarez

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?